Janeiro de 2019

27 janeiro, 2019

Demorou para chegar, e foi embora tão rápido que mal percebi, porém foi um mês bastante divertido e proveitoso. Eu adoro escrever nessa categoria oculta do blog onde eu escolho um mês aleatório e posto várias fotos que tirei durante ele e conto de forma bem breve o que eu fiz. Janeiro foi um mês em tanto, contudo não registrei nada mais que o meu verão nele. Espero que gostem e aproveitem bastante essa estação visitando o parque, a piscina do clube - minha atividade favorita de verão, e tomando muito sorvete!
Soneto XVIII de William Shakespeare

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.

Às vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.

Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:

Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.
Fiquei em dúvida em qual das duas traduções colocar, então deixarei abaixo mais uma que também gosto bastante, ela é do Ivo Barroso.
Devo igualar-te a um dia de verão? 
Mais afável e belo é o teu semblante: 
O vento esfolha Maio inda em botão, 
Dura o termo estival um breve instante. 

Muitas vezes a luz do céu calcina, 
Mas o áureo tom também perde a clareza: 
De seu belo a beleza enfim declina, 
Ao léu ou pelas leis da Natureza.

Só teu verão eterno não se acaba 
Nem a posse de tua formosura; 
De impor-te a sombra a Morte não se gaba 

Pois que esta estrofe eterna ao Tempo dura. 
Enquanto houver viventes nesta lida, 
Há-de viver meu verso e te dar vida.

Se tiver curiosidade, deixo aqui também uma matéria que explica a história desse lindo soneto.
Seis frases de Oscar Wilde selecionadas e favoritadas por mim, para refletir e começar fevereiro com o pé direito.
Um sonhador é aquele que só ao luar descobre seu caminho e que, como punição, vê o dia amanhecer antes do resto do mundo.
O mais terrível não é termos nosso coração partido (pois corações foram feitos para ser partidos), mas transformar nossos corações em pedra.
Perdoe sempre seu inimigo. Não há nada que o enfureça mais.
O sofrimento é o meio pelo qual existimos, porque é o único responsável por termos consciência de existir.
Às vezes podemos passar anos sem realmente viver, e de repente toda a nossa vida se concentra em um só instante.
Com liberdade, flores, livros e a lua, quem não seria completamente feliz?
Algo existe de Emily Dickinson

Algo existe num dia de verão,
No lento apagar de suas chamas,
Que me impele a ser solene.
Algo, num meio-dia de verão,
Uma fundura — um azul — uma fragrância,
Que o êxtase transcende.
Há, também, numa noite de verão,
Algo tão brilhante e arrebatador
Que só para ver aplaudo —
E escondo minha face inquisidora
Receando que um encanto assim tão trêmulo
E sutil, de mim se escape.
Sem sombra de dúvida, uma das coisas mais legais que me aconteceu em janeiro, foi encontrar vários dentes-de-leão na nossa casa de veraneio, eu acabei assoprando alguns, e é sempre tão mágico fazer isso! Os mais belos eu deixei intactos e fotografei, como vocês podem ver.

E mais uma vez, deixo aqui outra ótima matéria para vocês lerem quando tiverem tempo (ou depois que acabar de ler essa postagem mesmo!), que vai falar sobre essa plantinha tão encantadora e delicada, do seu significado e principalmente de uma de suas lendas.

E eu me despeço aqui, nos vemos em fevereiro,
Abraços!

10 comentários

  1. Que fotos lindas, assim como as frases e poemas que tu selecionou!
    Adorei tudinho, esse post trouxe uma paz tao grande, não sei explicar...

    Até <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anw, fico feliz por isso, Isa! <3

      Obrigada pela visita :)

      Excluir
  2. Oiii, Amei as fotos, achei de um tom tão deliciosamente bucólico ♡
    Não estou familiarizada com os sonetos de Shakespeare mas este, de fato, tem seu encanto. Dias de verão merecem virar poesia.
    Amo as frases do Oscar, principalmente esta sobre o coração partido.
    Sinto que seu janeiro foi lindo, e espero que os próximos sejam ainda mais para que você possa continuar postando de um jeito tão lindo ♡
    lua-de-carmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! <3

      As frases do Oscar são as minhas favoritas, são simplesmente para levar para a vida!
      Meu janeiro foi lindo sim, espero que o seu também tenha sido! Obrigada por passar por aqui, florzinha :)

      Excluir
  3. Lindos textos e fotos <3

    http://yeah-dreamhigh.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Boa noite dona Bia, como tem passado?
    Sabe, volta e meia vejo as notícias do Rio pelo jornal e me pergunto se você está bem - e espero que esteja :) gostei muito de como montou esta postagem, as fotografias estão lindas e os poemas e frases me deram boa ideias para escrever - considere isso como algo super positivo no meu estado atual onde não sei se escrevo, leio, escuto ou assisto a seriados - vou favoritá-la para caso necessite de inspiração. Agora me deu vontade de fazer algo semelhante, só que provavelmente vou acabar disseminando em postagens separadas ao invés de reuni-las, a-haha.

    Sobre o seu último comentário, não estou me sentindo sobrecarregada mentalmente (isso fora no ano passado) me sinto deslocada, com meu relógio biológico bagunçado, sem ter uma ideia exata do que fazer e sair na rua desse jeito - nem que seja para ir ao mercado - não me deixa de bom humor, hê. Espero conseguir me focar em algo para não me sentir assim com tanta frequência.
    Wow! Você era próxima da Neko, que coisa incrível! Eu pude ter um pouco de contato além do Blogger com ela, uma pessoinha incrível e admirável, guardo com carinho esses momentos que pude ter com ela - uma pena eu não ter conseguido manter essa amizade depois de ela ter encerrado com o Overthinking.

    Ah, eu comecei a ler "Kumo desu ga Nani ka" e posso dizer que fui pega de surpresa, a trama me incomoda um pouco pois não sou tão apegada a tramas fazendo alusão a games mas honestamente, me sinto curiosa sobre o destino da 'aranha' provavelmente vou manter a leitura para ver até onde vai - agradeço pela dica. E me pergunto a quantas anda você com Soul Eater, me diga, parou-terminou-ou-não-gostou? XD

    Abraços Bia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Snow, desculpe pela demora em te responder, estou ótima e espero que você também <3

      Ah, adoraria ver você fazendo algo semelhante, adoro tudo que o que a senhorita escreve, já lhe disse isso?

      A Neko era um amor de pessoa, trocamos "cartas e-mail" durante um tempo até depois de ela encerrar o blog dela... Uma das pessoas que sinto falta na blogsfera, ela tinha muito senso de humor!

      Acredite, eu também fiquei surpresa com esse fato quando comecei a lê-lo, mas estou lendo ainda pelo mesmo motivo, eu acabei me acostumando e até acho divertido quando ela consegue subir de nível, ganhar pontos e etc (admito que pulo a parte quando aparece aquela lista imensa de habilidades que ela ganhou, não acho que fará muito diferença, hahah), espero que você continue acompanhando, e não procure pelas capas de volumes que você ainda não chegou, pois você pode pegar algo que eu consideraria um spoiler já que considero um avanço muito legal na história.
      Bom, eu dei uma pausa em Soul Eater, por que primeiro tem 51 episódios, ou seja, devo demorar um pouco a terminar de assistir, mas vou terminar hahah, pois gostei muito afinal de contas, mas sou o tipo de pessoa que enrola para assistir quando o anime tem mais que a quantidade padrãozinho de episódios (ou seja, 24 por aí). Quando voltar a assistir, vou te deixando informada ainda sobre as coisas que eu achar interessante mais para frente!

      Abraços, Snow!

      Excluir
  5. Tudo tão lindo, um raio de sol precioso de verão esse post me trouxe para esses últimos antes de chegar o outono.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Fique à vontade se quiser dizer algo sobre a postagem, ficarei feliz em respondê-lo!

"Existem coisas melhores adiante do que qualquer outra que deixamos para trás".
- C.S. Lewis