Bia Preguiçosa

Postado dia: 28 de mai de 2018

Olá! Como estão vocês? Espero que bem... esse ano de dois mil e dezoito tem sido uma grande tormenta para mim, essas últimas semanas então foram bem difíceis, peço desculpas desde já por estar desde o começo do ano murmurando nas postagens em como minha vida tem andando de boa à péssima, basicamente uma montanha-russa.
Me sinto triste por ter acabado com a boa energia que esse blog possuía, mas os anos anteriores foram ótimos então eu sempre estava muito animada para postar, mas minha vida nunca foi aquela perfeição, eu sabia que uma hora aquela aventura que estava vivendo iria terminar e eu teria de voltar a realidade, nada fácil. Felizmente estou bem Pollyanna esses dias e consegui sair dessa lagoa da tristeza

Como disse em uma postagem passada, eu pela primeira vez estava com a minha agenda cheia na vida, antigamente pensava que se viver sempre com coisas para fazer seria divertido, mas sinceramente é péssimo, então eu simplesmente joguei tudo para o ar e estou desde semana passada assistindo muita TV, lendo, maratonando doramas e comendo muito chocolate - meio amargo é claro, ainda estou focada em comer comidinhas saudáveis hahah. Até faltei um dia de aula e escolhi um anime para começar e terminar nesse mesmo dia. O raio da preguiça que sempre me acompanhou me ajudou a me sentir melhor, a vida sempre me surpreende... Não estou ainda cem por cento restaurada, mas dá para o gasto, como dizem: um passo de cada vez. 

"Até mesmo a noite mais escura vai terminar e o sol vai nascer". — Victor Hugo
Até breve,
abraços!

Lembraram de Mim (Liebster Award)

Postado dia: 4 de mai de 2018

Nesse momento, deveria estar finalizando meu trabalho de filosofia da ciência, mas cá estou eu, tirando a poeira desse blog novamente... Estou em semana de provas, e provavelmente conseguirei postar novamente apenas daqui há duas semanas, talvez antes, as matérias desse período estão fáceis demais e eu sinceramente só fico desconfiada com isso e recapitulando o conteúdo mentalmente na minha cabeça, para verificar se sei sobre tudo ainda.

Esse ano minha vida tem andado bastante em desequilíbrio, o que era minha maior preocupação antes se tornou a última coisa que penso sobre, talvez faça parte da vida de adulto - ainda me vejo como se estivesse com dezesseis anos... Crescer é muito difícil, tudo que queria no momento é estar no topo do pé de manga na casa de minha avó, comendo pão francês recém saído do forno com queijo e presunto. Contudo, isso não será possível de acontecer, pois minha avó cortou o enorme pé de manga e reformou o jardim dela, e por que também hoje em dia eu odeio manga.

O que me motivou a separar um tempinho para postar aqui foi que fui duas vezes indicada para a tag Liebster Award, pela Gabi e pela Ester. Fiquei tão contente e foi um grande incentivo para mim escrever para cá!
Eu superando meu medo com ajuda dessa borboletinha que posou pra mim!



• Escrever 11 fatos sobre mim.
• Responder às perguntas de quem o indicou.
• Escrever 11 perguntas para os futuros indicados.
• Indicar entre 11 a 20 blogs com menos de 200 seguidores.
• Colocar o selo da TAG LIEBSTER AWARD.
• Indicar os links de quem indica.r




11 Fatos sobre mim
  1. Eu sou muito competitiva...
  2. Detesto cogumelo, só de olhar me dá nojo. Mas se no caso, estiver na terra e tudo mais, acho bem bonitinho.
  3. Amo brócolis, comeria todo dia se pudesse!
  4. Sempre fico de pijama em casa, não vejo necessidade de vestir roupas casuais a não ser que eu vá lá fora na rua.
  5. Já tive uma fase gótica quando tinha quinze para dezesseis anos, meu cabelo era até pintado de preto com mechas azuis.
  6. A maquiagem que uso no dia-a-dia, para sair ou ir para a faculdade é sempre a mesma: uma camada fina de máscara de cílios pois os meus são claros e curtinhos e baby lips.
  7. Eu juro que sou um amorzinho, mas as vezes sou grossa sem querer.
  8. Filmes franceses de comédia são os mais hilários para mim.
  9. Amo livros, filmes e qualquer coisa que tenha uma pitada de ação e muita aventura envolvida.
  10. Tive aula de costura quando era mais nova e foi um dos meus hobbies favoritos e um dos quais quero retomar algum dia.
  11. Esse fato está mais para um revelação... eu adoro e sou viciada em Geordie Shore
11 Perguntas da Gabi
1. Qual o maior medo de quando tu era criança?
Eu não era lá uma criança muito covarde, mas tinha pavor de borboletas, esse medo acabou se tornando uma fobia, que estou tentando superar aos poucos hoje em dia.

2. Qual o último livro que leu e o último programa que assistiu?
"When We Collided" da Emery Lord, estava cheia de expectativas com essa leitura e acabei não gostando muito. O último programa foi Gravity Falls.

3. O que escreveria numa carta para a Bia do passado?
Eu diria a ela para parar de pensar demais, e para procurar valorizar os momentos que ela estivesse vivenciando naquele instante, que a vida passa muito rápido sim, e para não deixar escapar uma oportunidade sequer, e sempre, sempre estudar muito!

4. Tem algo que tu nunca faria por medo? Se sim, o que?
Acho que não, não consigo pensar em nada agora.

5. Que personagem de Friends tu seria?
Nunca assisti Friends, sou do time de How I Met Your Mother, uma das minhas séries favoritas, por isso, se não se importam, gostaria de ter a liberdade de responder que em HIMYM eu seria uma fusão de Barney com a Robin.

6. Quais são seus pequenos prazeres da vida?
Tomar banho de sol, olhar as estrelas à noite, assistir o sol nascer de manhã, colher girassóis sempre quando levo minha cadelinha para passear e descobrir coisas novas.

7. Já contou uma mentira muito ruim?
Não, sou o tipo de pessoa que não sabe mentir...

8. Qual a coisa mais estranha que tu já comeu?
Lula, mas eu gostei.

9. Já foi ao circo? Como foi a primeira vez lá?
Tem um na minha cidade nesse momento, nunca fui e gostaria muito de tentar ir nesse antes de irem embora.

10. Qual teu animal místico favorito?
Sempre foi o pégaso, desde que era uma garotinha.

11. Qual tua altura?
1.67 cm, queria ser mais alta que isso.

11 Perguntas da Ester
1. Se você tivesse a atenção do mundo inteiro por 15 segundos, o que diria?
A morte não é o fim.

2. Que música você leva pra vida?
São tantas, "I Dreamed A Dream" dos Miseráveis sempre foi minha música para momentos dramáticos, "Grace Kelly" do Mika, para momentos em que estou me sentindo injustiçada, e "Smile" do Nat King Cole para quando preciso descarregar as energias negativas, e abastecer meu espírito com coisas boas.

3. Está lendo algum livro no momento? Se sim, qual?
Sempre estou lendo algo! Como pode ver na barra lateral, estou lendo "The Darkest Part Of the Forest" de uma das minhas autoras favoritas, Holly Black. Estou amando demais e já teria terminado a leitura a séculos se não estivesse em semana de provas...

4. Qual sua melhor lembrança da escola?
No segundo ano do Ensino Médio eu adaptei a peça de Shakespeare, "A Megera Domada", e eu e minhas amigas atuamos nela e fizemos todos rirem demais, exceto a professora...

Também fiz papel de um padre mais tarde, casando meus amigos, só não recordo que peça era esta.

5. O que você costuma pensar durante uma crise existencial?
Não tenho mais tantas crises existenciais como antes, mas as minhas costumam ser bem ruins, na maioria das vezes pensava porque eu sou eu, será que eu não poderia ser "tal" pessoa? Pensava que somente eu existia realmente, que as outras pessoas eram como se fossem figurantes nos filmes, e por aí vai.

6. Você tem algum animal de estimação? Se sim, fale um pouco sobre ele(s).
Sim, uma cadela chamada Melissa, que está bem velhinha já com seus nove anos de idade, ela é bem gordinha e parece um "botijãozinho de gás" hahah. 

Também tenho a hamster Daisy Julieta, que adotei faz quase dois meses, ela tem quase um aninho e é super serelepe e muito carinhosa.

7. Qual a mudança mais radical pela qual você passou?
Nunca passei por mudanças muito radicais, apesar de saber que a maioria pode ser ruim, eu acredito que vá me ensinar coisas novas sobre a vida, creio que as vezes coisas ruins acontecem conosco para trazer coisas ainda melhores. 

8. O que você diria/faria se encontrasse todos os seus leitores (tanto do blog quanto de fanfics/livros/etc) pessoalmente?
Eu ficaria muito contente, abraçaria cada um deles, e faria uma tea party para todos!

9. Se você estivesse condenado a viver eternamente em uma ilha deserta e só pudesse levar um personagem fictício, qual seria?
Decididamente levaria algum personagem com algum poder de me tirar da ilha deserta.

10. O que você acha do niilismo?
Como disse a minha amiga outro dia, quando estávamos conspirando sobre a teoria de Descartes: "Um dos segredos da vida é não pensar demais, quem pensa demais enlouquece."

11. Complete o meme: "Alguém falando sobre política"? Tô fora, "pego minha bike" e vou embora. 

Minhas 11 perguntas
  1. Qual a coisa mais filosófica que você já disse?
  2. Quais são as pessoas que mais lhe inspiram na vida?
  3. Qual sua peça de roupa favorita?
  4. O que você estaria fazendo nesse momento, se não estivesse respondendo a essas perguntas?
  5. Qual o objeto que está mais próximo de você agora? Conte um mini-estória de ficção sobre ele.
  6. Se você pudesse rever - como se estivesse lá - uma de suas lembranças, qual delas seria?
  7. Você acredita em amor à primeira vista? Por quê? 
  8. Qual foi o livro que você mais desgostou na vida? Por quê?
  9. Onde você mais se sente em paz?
  10. O que você pede na Starbucks?
  11. Que brinquedo você sempre escolhe/escolheria em um parque de diversões?
11 blog indicados
  1. Isamateur
  2. Hishoku no Sora
  3. La Petite Souris
  4. Encantos Diários
  5. Sakura Drops
  6. Doukyusei
  7. Petite Luana
  8. Fugi de Casa
  9. Noitecer
  10. Margineus
  11. Se não estiver na lista, fique à vontade para fazer também!
Fico por aqui, espero que tenha sido legal me conhecer um pouquinho mais,
abraços!

Duas Página do meu Diário

Postado dia: 22 de abr de 2018

Olá a todos! Sei que sumi de repente daqui, mas precisava de um tempo sozinha comigo mesma, para pensar nas decisões que venho tomando e também até aqui no blog. Minha vida tem sido uma montanha-russa de emoções, frequentemente tenho entrado em conflito, as últimas semanas foram horríveis para mim, estou me recuperando delas aos poucos e tentando me manter confiante.

Tenho ficado com medo de ficar deprimida, pois eu não funciono direito se estiver triste, quero dizer, ninguém funciona, mas eu acabo deixando minhas responsabilidades de lado, o que é bem ruim, por isso o medo, acho. Além disso, minhas vida de monótona tem andado muito agitada, pela primeira vez, estou finalmente usando a agenda que faço de diário há anos como agenda hahah. Quem diria que eu me tornaria uma pessoa com a agenda cheia...

As novidades não param por aí, desde a hamster que adotei (quando conseguir fotografá-la compartilharei aqui com vocês) até o desafio de escrever um livro em um mês proposto pelo camp nanowrimo e os dez kilos que acabei perdendo após comentar no post passado que iria começar a me alimentar melhor. Enfim, por hoje, para tentar compensar esse tempo perdido, trouxe duas páginas aleatórias do meu diário para vocês lerem, tentei selecionar as que não continham nada muito pessoal sobre minha vida, espero que vocês gostem!

27 de setembro de 2016

Querido Diário, (sim, eu adoro escrever isso no começo)

Ontem eu acabei de ler um livro, e agora enquanto comecei um outro, sinto uma saudade dos personagens (desenhei um coração nessa parte). Infelizmente vou ter de esperar até o ano que vem para o segundo volume.

Estou me sentindo vazia esses dias e torcendo para que minha encomendas cheguem logo. Tem chovido e o tempo está do jeito que gosto. Comprei algumas velas, e a de baunilha deixou meu quarto com um cheiro maravilhoso.

Não posso esquecer de dizer que fiz biscoitos pela segunda vez e ficaram horríveis (carinha triste), isso me deixou bem decepcionada! Nem sei se vou fazer os tradicionais de gengibre para o natal, me desanimou.

Tudo que eu quero é que meu natal seja maravilhoso! (desenhei um floquinho de neve)

6 de outubro de 2016

Querido Diário,

Outubro! 2 meses e 19 dias para o natal! (outro floquinho de neve desenhado)
Hoje meu dia foi ótimo (coraçãozinho), estava com medo de ir ao dentista (a pessoa com dezoito anos com medo de ir ao dentista...), mas no final foi bom e a médica é aquele tipo de pessoa que me deixou com um sorriso no rosto o resto do dia! É claro que teve algumas coisas desfavoráveis mas deu tudo certo no final.

Eu finalmente achei "A Insustentável Leveza do Ser" para comprar, estou esperando chegar e torcendo para que não me mandem retirar nos correios (eles mandaram) como fizeram com a minha última encomenda.

Ah, já ia me esquecendo de comentar sobre o bolo mais lindo/delicioso que já fiz! Na hora que solou pensei que minhas habilidades de confeiteira haviam ido para o buraco, mas aí dei um jeitinho e no final ele saiu perfeito!

(coração gigante) Natal chegue logo viu? (carinha feliz de batom)


E fim! Foi uma grande aventura reler tudo que eu havia escrito anos atrás e perceber o quanto eu evoluí, como deu pra perceber, sempre escrevo com pressa no meu diário, e acabo tentando resumir todos os acontecimentos, gostaria de lembrar qual foi o livro que me deixou com saudade dos personagens...

Em 2016 tive bastante tempo de sobra, então costumava ler um livro atrás do outro, principalmente de madrugada, costumava ir a sebos e as livrarias quase todos os dias, e voltava com vários livros novos para ler. Foi muito nostálgico relembrar disso tudo e me deu saudades.

Nos vemos em breve,
abraços!