Um mundo sem margaridas

19 março, 2019

Olá pessoal! Bem, eu nem sei por onde começar, esses quase dois meses não foram nada agradáveis para mim, houveram momentos bons que sou realmente grata por eles, mas não foram suficiente para me fazer suportar o que veio acontecendo, vivi praticamente uma série de desventuras, mas não vou citar todas por aqui. 

Para começar, eu fiquei sem poder usar meu computador por uma semana pois o no-break - que uso apenas para ligar o computador, já que em minha casa há muita queda de luz, queimou a placa - e o engraçado que quando fui perguntar ao técnico o que fez com que a placa dessa bugiganga queimasse, ele disse que foi simplesmente azar, não teve nem ao menos queda de luz nem nada na hora para fazer com que isso acontecesse, enfim, a questão é que eu fiquei vivendo em abstinência durante a semana que pareceu um ano, eu posso ficar muito bem sem celular, mas tenho um caso com computadores desde sempre e amo usá-los. Bom, de qualquer maneira, consegui comprar um novo no-break muito melhor que o antigo (que era novo também, vale ressaltar) na promoção da semana do consumidor! \o/
Agora vamos a parte das notícias não tão boas assim, a maioria aqui deve já ter lido em alguns posts eu comentando sobre minha hamster, a Daisy Julieta, em fevereiro, um dos motivos que fizeram esse mês ser tão ruim para mim foi o fato da Daisy ficar doente, o clima aqui no Rio ficava um dia frio e no dia seguinte quente, com isso, ela acabou ficando com bronquite, passei madrugadas acordada para dar os remédios a ela e foi uma sensação de alívio enorme quando percebi que ela melhorou e no dia seguinte recebeu alta do veterinário.

Fevereiro passou e no começo de março ela voltou com os sintomas novamente, recomeçamos o tratamento, mas ela acabou ficando gripada também e logo não estava mais querendo comer, nem beber água e muito menos brincar e andar pela casa. No domingo passado ela foi embora, dormindo, sem dor, acredito. Foi a pior semana pra mim, até a doença que eu tive durante o final do ano passado voltou com tudo. Eu espero que ela esteja no céu dos hamsters comendo muitas sementes de abóbora - a preferida dela - assistir Silvio Santos aos domingos não terá mais graça sem a companhia dela ao meu lado, ela sempre ficava quietinha prestando atenção e prefiro acreditar que ela gostava do programa dele, rs. 

Ela foi minha primeira hamster e será sempre a única pra mim, nunca me esquecerei quando fui buscá-la e havia vários outros hamsters nos alojamentos, mas nenhum deles deu bola para mim, uns estavam até estressados emitindo um ruído, outros dormindo, mas ela ficou em pé olhando para cima onde eu estava, nem sabia se era macho ou fêmea, só disse que queria aquela albina de olhinhos vermelhos. Todos que conheciam Daisy ficaram muito tristes quando dei a notícia sobre ela, ela era realmente muito amada por ter sido sempre tão boazinha com todos.
Ainda falando sobre bichinhos de estimação, não cheguei a comentar no blog, mas em dezembro a cachorrinha da minha avó teve filhotinhos e ela deu uma fêmea para nós, que nomeados carinhosamente de Dorothy (em homenagem a Dorothy de "O Mágico de Oz"), ela é bem elétrica e passa o dia todo correndo e brincando, porém, ela detesta ir passear na rua, ela vê a coleira e na mesma hora se esconde, é uma pena para mim que estava super animada para levá-la para passear.

Por fim, meu Carnaval foi bem animado, quase fiz uma tatuagem mas desisti pois não criei coragem ainda para deixar algo permanente em minha pele, na cidade para onde fomos estava tudo muito animado e na praça havia tantas barracas de comida, mas resisti a todas e como o dia estava quente, provei um picolé de queijo e goiabada, nunca imaginaria que esse sabor existia, mas eu nem hesitei em provar algo inusitado, no começo foi estranho sentir o sabor do queijo congelado meio adocicado, mas quando surgiu a cobertura de goiabada por dentro, ficou uma delícia e foi o melhor picolé que já tomei, arrisco dizer.  À noite nesse mesmo dia - era o dia dos blocos - encontramos uma confeitaria e tive o prazer de provar macarons pela primeira vez, comi um de pistache, um de chocolate, outro de frutas vermelhas - que foi o meu favorito-, e por último um de doce de leite.

E isso é tudo, estou tentando ser mais positiva diante desses meses difíceis pra mim, só quero que tudo volte ao normal, mas está sendo realmente difícil às vezes, conto com o otimismo do meu signo para que eu me sinta mais feliz novamente.

Nos vemos em breve,
abraços!

4 comentários

  1. Olá Bia!
    Sinto muito por esses acontecimentos desagradáveis como o que acontecera com sua hamsterzinha. Acredite, ela deve estar se divertindo muito lá no céu.
    Que cachorrinha fofa *-*. Tente levá-la para passear mesmo que ela tenha medo. Conforme o tempo for passando talvez o medo vá se dissipando.
    Adorei ler sobre alguns dos seus momentos ^-^
    Sim, agarre a energia positiva que as coisas ruins irão passar, porque elas de fato vão, e espero que estas dê lugares à sentimentos muito bons no seu coração, na sua vida. ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geórgia!

      Obrigada pelas palavras, de coração <3
      Eu vou tentar isso com ela, vamos torcer que para que ela logo se acostume, hahah.

      Obrigada pela visita, florzinha!

      Excluir
  2. [send virtual bear hug]
    Olá dona Bia! Já estava sentindo falta de suas postagens e consigo simpatizar com algumas partes dessa postagem, visto que só em 2015 fiquei sem o computador duas vezes no ano e demorei mais longos meses a querer usá-lo novamente - talvez fosse medo de eu quebrá-lo na próxima vez, não sei. E a algum tempo, eu perdi a minha porquinha da Índia que eu chamava de Ranee. Sei que a perda dela não me magoou tanto quanto a sua, mas entendo o que sente - por mais que ela houvesse partido de forma rápida, pois ela havia engasgado com algo enquanto eu dormia, mas dolorido mesmo foi ver a da minha irmã falecer pouco tempo depois por sentir falta dela.
    Aproveite esse novo bichinho o quanto puder, ela pode não ser uma companhia tão tranquila quando a da Daisy mas não deixa de ser uma companhia!

    Tenho tantas ideia para tatuagens, só não sei por qual delas eu começo. Vou aproveitar enquanto não possuo meios para custeá-la para pensar por onde começo, sei que o dragão que sonho em fazer vai sair meio caro xD

    Não sei das suas desventuras de começo de ano Bia, mas espero que consiga contorná-las, assim como eu tenho feito com as minhas. Vamos superá-las, de um jeito ou de outro!

    Abraços e até logo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Snow!

      Sinto muito por sua porquinha da Índia, perder qualquer animal é muito difícil para aqueles que tem um coração muito mole como eu, há alguns anos atrás tive um peixe chamada Pixi e um tempo depois ela se foi e eu fiquei alguns meses triste por isso.

      Uau, um dragão? Eu teria vontade, mas não coragem, pois se fizesse eu iria querer que fosse bem grande, eu tenho vontade de fazer os tigres da saga da maldição do tigre, hahah, eu sei que já faz anos que li, mas meu amor por essa história nunca vai acabar *u*

      Abraços e até!

      Excluir

Fique à vontade se quiser dizer algo sobre a postagem, ficarei feliz em respondê-lo!

"Existem coisas melhores adiante do que qualquer outra que deixamos para trás".
- C.S. Lewis

Desenvolvido com ♡ por Bia // Proibida cópia ou inspiração ( ˋ Θ ´ )
Powered by Blogger.